Percalços

dezembro 5, 2008 at 4:29 pm 5 comentários

Eu estou cansado de ter tanta obrigação. Tenho saudades da hora do recreio e da preocupação por chegar em casa depois das dez e levar sermão. Agora não. Tudo é raro, dinheiro, tempo e vadiagem. Minha mãe sempre me falou para ter responsabilidade, mas eu achei que isso era coisa para bem mais tarde.

Difícil é controlar os trocados no final do mês. E eu ainda não paguei ao português. Está certo que não tem conta atrasada, mas a sobra não dá para quitar minhas vontades de diversão e noitadas. E para os amigos no domingo, restam sorrisos e abraços. Depois do futebol tem cerveja, petisco, histórias sobre mulher e muito papo furado.

O que é foda são sempre as segundas-feiras. Camisa para dentro da calça e condução cheia. Já não agüento mais ter que lustrar os sapatos, cobrança do chefe e reuniões de trabalho. E quando eu olho o relógio, o tempo parou e minha labuta cresceu um bocado. Estou sempre à espera dos feriados.

Alento é mesa de bar. Uma boa tulipa de malte, porção de amendoim e aquela secretária gostosa falando bobagem. Eu nem ligo, pois só presto atenção no decote e umbigo. Bunda, seios, coxas e tanta coisa para me tirar o juízo. Trepada. Tudo o que um moribundo merece e tem por direito. Ou por dinheiro.

A adrenalina da rotina é a libido, mas se a grana é obrigatória ao sexo, eu apelo para o charme com meu jeito arisco. Ninguém goza a fiado. Tudo é pago, até beijo de assalto. Então, a cada percalço, eu não me sinto na obrigação de ser responsável. Por não ter nada a dever ao amor. Só ao pudor.

Entry filed under: Ácidos.

Palavras Que Não Poderia Ter Dito Não Somente Para os Vinte e Cinco de Dezembro

5 Comentários Add your own

  • 1. Vini  |  dezembro 9, 2008 às 4:27 pm

    Eh bem por ai, esse eh e resumo da vida do cara…

    Responder
  • 2. Flávia Fuini  |  dezembro 11, 2008 às 8:59 pm

    A coisa tá braba né, mas vai melhorar…tenho fé que vai melhorar!

    Responder
  • 3. Ane  |  dezembro 19, 2008 às 2:45 pm

    “Alento é mesa de bar. ”

    assino embaixo!

    =)

    beijos!

    Responder
  • 4. Fina Flor  |  dezembro 22, 2008 às 1:48 pm

    querido,

    passo para deixa um beijo de fim de ano!!!

    um ótimo natal para você e um “dois mil e love” repleto de conquistas, cadência na alma e quentura no coração :o)

    o que há de melhor, para mim, para você, para os meus, para os seus……

    beijos

    MM.

    Responder
  • 5. João Paulo  |  janeiro 5, 2009 às 12:56 am

    Poxa como é duro viver a vida real, ou cair nela, num percalço. E eu que pensei que essas questões só vinham a minha cabeça de vento.

    Vamos superar essas coisa, Bruno.

    Abraço,

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


O Poeta Corrosivo:

Bruno Cazonatti - Carioca, balzaquiano. Um redator feito de resto das estrelas, que insere neste espaço os seus textos e segredos de muitas lembranças caladas, rascunhos amassados e a poeira dos pés da sua curta estrada.
Faz poesia barata com seus segredos revelados em textos compostos de desejos implícitos, e apimenta suas letras mudas, com contos imaginários, salpicados da acidez que aparece entre raios de sol e a tempestade de palavras com aroma de chuva.
Tudo isso, bem misturado às mensagens rabiscadas na essência da sua vida.
----------------------------

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº. 9.610 de 19-02-1998.
Não copie sem permissão.
[Ácido Poético® - Todos os direitos reservados]

http://www.twitter.com/cazonatti

ø Textos Protegidos por Direito Autoral ø

Creative Commons License
Ácido Poético by Bruno Cazonatti is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at Ácido Poético ®.
Permissions beyond the scope of this license may be available by: cazonatti@gmail.com

Às vezes balbucio algo no Twitter:


%d blogueiros gostam disto: