15 de Agosto

agosto 15, 2007 at 11:33 am 25 comentários

niver E quando dou por mim, já estou com quase trinta. E o tempo leva para longe algumas de minhas partes e, sem elas, já não sou mais eu. Não como eu queria ou deveria. Eu sempre tentando me encontrar por completo e não mais em fragmentos, vou vivendo aos poucos, sem pressa, mesmo que o relógio me impeça de tal utopia. E como os ponteiros do relógio são velozes! Alguns fios brancos de cabelo aqui, onde sinto a falta do cafuné gostoso da minha saudosa avó querida. Ah, meu tio estaria tão orgulhoso de ver seu sobrinho doido, agora jornalista louco, mesmo sabendo que falhou ao tentar induzi-lo a ser vascaíno. Meu carinho por eles é muito além de um simples rubro-negro.
E desde que essas duas peças importantes em meu quebra-cabeça-da-vida se foram para o lado de Deus, eu deixei um pouco de ser feliz. Agora não tenho mais motivo para comemorar aniversário ou a chegada do papai Noel. Perde um pouco da graça, não ter mais a família reunida esperando que eu sopre as velinhas.

Hoje eu estou obtuso e menos singelo. Não que eu me importe, pois já se foi o tempo em que eu sequer dormia, esperando abrir os presentes no dia seguinte. Fazer aniversário já foi tão legal, assim como o natal. Talvez seja culpa desse meu amadurecimento enfadonho. Eu sei que tem gente que me acha imbecil por ainda ter tesão em videogame, quadrinhos e canais pornôs na TV a cabo. Bem, canal pornô é para se ter tesão, não? Mas chega uma hora na vida em que gente crescida não acha mais graça se você usa uma camisa com o símbolo do Superman. Ah, mas agora eu estou tão crescido e não deixei o espírito de criança morrer aqui dentro. E por isso eu me torno um personagem qualquer, um adulto velho bobo, ou um carinha insuportável? Tudo bem denominem como quiser.

Mas eu ainda gosto de dançar descompassado, de fazer poesia com os raios de sol e ver Bob Esponja com a minha sobrinha no canal Nickelodeon. Adoro escrever, mesmo sem saber se sou o próprio personagem das minhas histórias e estórias. Gosto de desenhos, sacanagens no e-mail e de doces. Não menos que o meu playstation e a minha tara pelo sexo bem feito. Tântrico. E pra quê a fantasia de adulto se eu ainda adoro a minha calça jeans, camiseta básica e o meu All Star surrado?

Sim, a barba também tem crescido, mas ainda conservo a mostra o sorriso servido com uma covinha na minha bochecha direita. Sou viciado em carinho e abraços fartos, mesmo que neste dia 15 de agosto eu receba poucos e sinta falta eterna de alguns ausentes. Pois sou doido, esquecido, transparente, errante, ansioso, brincalhão e feliz. Não tão feliz assim hoje, quando não terei todos aqueles que gostaria ao meu lado, ao apagar a vigésima oitava vela do meu bolo. E quando dou por mim, já estou com quase trinta.

Entry filed under: Ácidos.

Groselha Mamilo Divã Vermelho

25 Comentários Add your own

  • 1. cabrita  |  agosto 15, 2007 às 12:26 pm

    FELIZ ANIVERSÁRIOOOOOOOO!!!!!!

    sabe q mesmo distante a cabrita ama você!!!!!

    qto ao texto, mesmo com meus 23 sinto a mesma coisa, sempre senti e acho q sempre sentiremos.. a cada ano… e olharemos pra tras e falaremos “antigamente era mais divertido”.. q nada!! a gente se diverte sozinho!!!!!!

    bjoooooooooooooooooooos

    Responder
  • 2. Lorita  |  agosto 15, 2007 às 12:47 pm

    Parabéns pra vc, moço com alma de criança!
    Acho que dpois dos 20 e poucos a gente fica sem graça de fazer aniversário mesmo, eu tb não sou fã dessas coisas, odeio aquela musiquinha que deixa a gente sem graça: Parabéns pra vc, nesta data querida… la la la

    Mta saúde, porque no resto a gente se vira

    Responder
  • 3. Bárbara P  |  agosto 15, 2007 às 1:17 pm

    Parabéns! Quase trinta é um idade bem bacana, não acha? Estou chegando nela, com quase-quase trinta…

    Momento dos desejos: que seu ano novo particular lhe traga surpresas lindas e que você possa continuar se derramando em letras pela blogosfera.

    Abraços!

    Responder
  • 4. Erika  |  agosto 15, 2007 às 2:46 pm

    “Ah, mas agora eu estou tão crescido e não deixei o espírito de criança morrer aqui dentro. E por isso eu me torno um personagem qualquer, um adulto velho bobo, ou um carinha insuportável? Tudo bem denominem como quiser.”

    Que vc continue por anos, até o fim, se possível, este “velho bobo”, que usa camisa com símbolo do superman, adora vídeo games… mas pode dispensar os canais pornô.. ahahaha.. brincadeira.

    Feliz aniversário todos os dias, querido Bruno, não deixe nunca de ser a criança travessa, vestida com a roupa do adulto.

    Beijos

    Responder
  • 5. Ju Cunha  |  agosto 15, 2007 às 5:15 pm

    Parabéns e mtas felicidades, talentoso jornalista! =P
    Bjos

    Responder
  • 6. Edna  |  agosto 15, 2007 às 6:23 pm

    Ai, que delícia, aniversário!!!!!
    Muitas felicidades, saúde, amor, sucesso…sempre!
    Nunca perca o espírito de criança…é isso que faz a vida vale a pena.
    Beijos

    Responder
  • 7. Márcia(clarinha)  |  agosto 15, 2007 às 7:48 pm

    O dia que fizer aniversário e sentar num canto relembrando “como era bom o meu tempo” você estará velho e terá matado a criança que mora dentro desse sorriso, na mão que joga playstation, no corpo que sente tesão de sexo bem feito, na vontade do abraço apertado e nos escritos que preenchem seus dias, não se permita crescer, a vida é tão mais colorida e bela quando somos meninos, mesmo que como alienígenas usamos um corpo que não condiz com os pensamentos [essa sou eu, rsss]
    PARABÉNS poetinha!!!
    Lindo e feliz dia, meu carinho procê
    beijos

    Responder
  • 8. Julio Lagedo  |  agosto 15, 2007 às 8:06 pm

    Falar desse meu amigo assim, sem uma dose de Jack Daniels on the rocks seria uma injustiça muito cruel.

    Então fica aqui todo meu amor por esse amigo bem declarado e fica também a ansiedade por alguns copos. Lets get together my brother…

    Paz!

    Responder
  • 9. Flá Fuini  |  agosto 15, 2007 às 9:40 pm

    Duvido que seu dia não tenha sido feliz com tantas surpresas, abraços e presentes de colegas de trabalho e de amigos que tanto gostam de vc e te admiram!
    Feliz aniversário! Parabéns por tudo o que vc é e se tornou ao longo dos anos, dos “quase trinta”, com muito suor e dedicação!
    bjos

    Responder
  • 10. Carol  |  agosto 15, 2007 às 10:00 pm

    Feliz aniversário!!!
    muita felicidade, tudo de bom nesse dia.
    Que Deus te abençoe e te guarde!!
    bjus

    Responder
  • 11. luana  |  agosto 15, 2007 às 11:31 pm

    :DD
    opa, você é você de uma forma nova, se refaz e desfaz e refaz!iupii..
    familia faz falta apesar de tudo..mas cm ctz eles tão por perto! 😉
    hmm, eu não tenho nem 20 e já não vejo mais graça em aniv ..na verdade eu fico “sem graça” e eu nem sou tãooo timida assim.. Oo
    já o natal, é que o encanto se perdeu em algum tempo longicuo.. uhhuh
    quase 30 não é 30..há muita vida e beleza pela frente..nosso, você se descreveu como meu “ideial” de homem, cm todo respeito..mas esse all star surrado faz tda a diferença.. 😛

    ps: sinta-se abraçado neste dia (pelo menos) 😛
    x**
    namastê!

    Responder
  • 12. João Paulo  |  agosto 16, 2007 às 2:24 am

    Parabéns e feliz aniversário são sempre bem vindos!!!!

    Quem é louco não consegue ser tão expressivo como você, nem tão menos viver personagens, criando sua própria história. Sem bajulação, desde o primeiro momento que li você, percebi a extremidade de saber aproveitar a vida.
    Não se recrimine por ter quase trinta e ainda continuar fazendo programas de criança, nem tão menos querer abraços… Pena que nem sempre somos correspondidos com os abraços que queremos.
    Sinta-se privilegiado por ter alcançado sucesso e realizações.

    Abração!!!!

    Responder
  • 13. lunnaguedes  |  agosto 16, 2007 às 6:35 pm

    Parabéns moço.
    Felicidades a você…
    Que tal mais trinta e um pedaço de bolo de chocolate?

    Ps. Estou aguardando seu texto para a próxima edição do Coletânea.
    Beijos meus

    Responder
  • 14. Babi Soler  |  agosto 16, 2007 às 7:49 pm

    Parabéns atrasado,rs
    O importante é nunca deixar de ser criança.
    Bjo!

    Responder
  • 15. Carol Montone  |  agosto 16, 2007 às 11:29 pm

    Ah que liiindo você é …..
    amei …..sua auto-descrição……da vontade de apertar a bochecha…
    Também sou assim…moleca…tô me lixando para os que dizem que devo procurar a terra do nunca, pois aqui é lugar de gente conveniente……..e eu já cheguei nos trinta…nossa passa muito rápido mesmo…e para mulher esses fiozinhos de cableo branco são o próprio capeta encarnado…..risos…
    mas enfim…tb sinto muita falta dos ausentes que nunca sairão do meu peito…essencialmente meu avô…o homem mais importante da minha vida…..
    lindo parabéns felicidades…te desejo todos os seus desejos…mel pimenta shiva saliva….prazer alegria…tudo aquilo que te apetece as papilas , as retinas e o coração
    beijos grandes
    carol Montone
    PS: somos duas exceções à regra ao que me parece …pois jornalista adora ser blasè não acha…assumir um gosto por videogame é algo ….inimaginário para a maiora ddos diplomados..haahah adorei….

    Responder
  • 16. emiliacls  |  agosto 17, 2007 às 12:22 am

    Eu nunca vi um aniversariante se descrever tão bem, eu juro que te vi na minha frente, vi até o all star. 😉

    peraí, 28…muito novo, quase 30 parece uma expressão negativa, sei lá… pelo seu jeito de escrever.

    E eu, com 23. É o quê? quase 25? pouco mais de 20?

    Eita!
    Rapaz, aniversário é sim um dia de comemoração…não é uma data comercial, não sai na tv, e só quem realmente gosta de você vai ficar feliz também.
    por você estar mais velho, mais chato, mais perto de morrer! aiii. horrível essa. brincadeira. 😀

    bjs

    Responder
  • 17. mila  |  agosto 17, 2007 às 2:22 pm

    parabééns!
    é sempre bom deixar a criança ainda viver dentro de nós..
    bom, eu sou uma criança ainda, então não posso falar muito.

    ;*

    ps. eu tinha dito aqui que o flamengo não podia cair, mas foi inventar de ganhar logo pro meu time o nautico, tudo bem que o nautico é uma bosta, mas retiro meu comentário sobre o flamengo não cair, peguei raiva.

    Responder
  • 18. alexandre  |  agosto 17, 2007 às 7:42 pm

    Estou atrasado, mas antes tarde do que nunca. PARABÉNS meu caro!

    Responder
  • 19. Fina Flor  |  agosto 17, 2007 às 7:59 pm

    Eu assisto Bob Esponja mesmo quando meu sobrinho não está em casa, kkkkkkkkkkkkkkkkk

    beijos, querido e parabéns!!!

    MM.

    Responder
  • 20. julio  |  agosto 18, 2007 às 4:57 am

    é, sabemos como é bom assistir desenho animado com um ‘cotoco de gente’, usar camisa do seu herói favorito e ver os ’30’ cada vez mais perto.

    felicidades para ti.

    Responder
  • 21. Charlotte  |  agosto 19, 2007 às 1:13 am

    Agosto é mesmo o mês dos aniversariantes! O meu foi no dia 12.
    Me desculpe pelo atraso, mas parabéns… que você possa continuar fazendo ferver a imaginação de muitos e muitos blogueiros…

    Me desculpe pelo sumiço. Não vai acontecer de novo…

    Nem ao menos sei se você se lembra de mim, mas não me esqueço de você, e estarei sempre por aqui.

    Beijos,

    Charlotte

    Responder
  • 22. elisabetecunha  |  agosto 19, 2007 às 10:28 pm

    Estás amadurecendo!!!

    vai melhoorar ainda mais os seus escritos!

    Responder
  • 23. Rubina  |  agosto 20, 2007 às 10:37 am

    E quando entrar na década de trinta, em que entrei há pouco tempo, vai perceber que é a melhor da sua vida. Ganha maturidade e conserva o ar jovem. Não é fácil seguir em frente quando entes queridos já não estão entre nós. Mas é mesmo por eles que temos de seguir em frente, crescer e semear boas energias. Feliz aniversário 🙂

    Responder
  • 24. czarina  |  agosto 20, 2007 às 3:25 pm

    adultos velhos bobos são muito melhores que adultos velhos sérios.
    parabéns 🙂

    Responder
  • 25. Girassol  |  agosto 21, 2007 às 10:13 pm

    Já passaram alguns dias, mas, como não acho que tenha de haver dias específicos para demonstrar carinho por quem se gosta, deixo o meu beijo, e desejos sinceros de que tudo te corra sempre da melhor maneira possível.
    Beijinho.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


O Poeta Corrosivo:

Bruno Cazonatti - Carioca, balzaquiano. Um redator feito de resto das estrelas, que insere neste espaço os seus textos e segredos de muitas lembranças caladas, rascunhos amassados e a poeira dos pés da sua curta estrada.
Faz poesia barata com seus segredos revelados em textos compostos de desejos implícitos, e apimenta suas letras mudas, com contos imaginários, salpicados da acidez que aparece entre raios de sol e a tempestade de palavras com aroma de chuva.
Tudo isso, bem misturado às mensagens rabiscadas na essência da sua vida.
----------------------------

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº. 9.610 de 19-02-1998.
Não copie sem permissão.
[Ácido Poético® - Todos os direitos reservados]

http://www.twitter.com/cazonatti

ø Textos Protegidos por Direito Autoral ø

Creative Commons License
Ácido Poético by Bruno Cazonatti is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at Ácido Poético ®.
Permissions beyond the scope of this license may be available by: cazonatti@gmail.com

Às vezes balbucio algo no Twitter:


%d blogueiros gostam disto: