O Esplendor da Nossa Maré

março 12, 2007 at 11:53 am 11 comentários

Nossa MaréIluminada tarde de sol, calor ardendo na pele. A brisa marinha me faz feliz assim como você, que me aceita como sou. Assim como somos um e vamos vivendo cada tempo e teima. Cada coisa em seu lugar. Palavras de sentimentos bailando no ar, envolvente como seus braços no nosso abraço. Rimas falhas em grãos de areia, beijo salgado de sombra e água fresca. E o mergulho no mar nos refresca a emoção no doce balanço das ondas que espuma a nossa paixão. Barraca, cadeira e filtro solar, coadjuvantes na nossa magia praiana. Não reparamos defeitos, falhas ou migalhas do biscoito que alimenta a nossa fome de viver. E o mate gelado mata a nossa sede de ser feliz. O bailar do nosso amor litorâneo é gaivota, que se encontra a cada mergulho na água, sob as ondas e nuvens coloridas no nosso céu. Pegadas para trás na areia e sua pele bronzeada de sereia só me fazem lembrar poesia nesta segunda-feira.

Entry filed under: Ácidos.

Pró-texto Hoje é Para a Marida

11 Comentários Add your own

  • 1. Luz  |  março 12, 2007 às 12:35 pm

    Praia faz bem para qualquer ser não é mesmo? Acampar então….
    Adoro esse contato com a natureza!
    Boa semana para vc,
    Bjo

    Responder
  • 2. Juliana  |  março 12, 2007 às 3:40 pm

    romance praiano…

    bjo

    Responder
  • 3. Bruno Cazonatti  |  março 12, 2007 às 4:01 pm

    Tudo com ar, mar, sol e até mesmo com chuva faz bem!

    Responder
  • 4. Cristiano Contreiras  |  março 12, 2007 às 4:23 pm

    Puros sentires expostos.
    seu blog é maravilhoso.

    Responder
  • 5. Nanda  |  março 12, 2007 às 6:35 pm

    Hoje comemoro aniversário. Será que é acido ou doce fazer 30 anos? Passa lá!

    Responder
  • 6. Tânia  |  março 12, 2007 às 7:36 pm

    Bruno, como fiquei tanto tempo sem vir te ler? Precisou a Nanda fazer 30 anos para que houvesse este encontro blogal…
    Adorei teus rabiscos…E praia? Praia é energizar a alma, o espirito e dourar o corpo pq ninguém é de ferro e o boticário precisa vender bronzeador…
    Muito Prazer, e voltarei mais vezes…
    Retribuindo o beijo deixado…
    Ps.: Se ela te der pedaço de bolo vc me dá um pedaço?

    Responder
  • 7. ELIANA.  |  março 12, 2007 às 9:13 pm

    Olá, meu amigo Bruno!!Tudo bem?Mas que coisa linda essa mensagem!!Como você mesmo disse…tudo com ar, mar, sol e até mesmo com chuva, faz bem!!Um grande verdade!!Do que precisamos mais?Ah sim… amor, amor, amor…tudo de bom a você, querido!!Beijo!!

    Responder
  • 8. Graça Vieira  |  março 13, 2007 às 12:20 pm

    Que beleza de dia de segunda-feira!!!! salve, salve!!!
    Graça

    Responder
  • 9. Ana  |  março 13, 2007 às 12:20 pm

    obrigada pela visita lá em casa. quando quiser a porta vai estar sempre aberta. ler este teu texto me deu vontade de correr uns duzentos quilômetros e me sentar na areia pra olhar o mar. e ficar toda descabelada. toda descalça. toda eu.

    bisou

    Responder
  • 10. Fabi  |  março 13, 2007 às 12:55 pm

    Oi Bruno! Que bom ter vc por perto lá no meu cantinho novo, e feliz por vc ter gostado! Nossa amigo, é mesmo tão bom esses dias em que tudo nos inspira poesia e beleza… Temos que aproveita-los e curti-los bem, eles nos ajudam a atravessar os dias cinzentos com mais serenidade e otimismo, não é?…. Um beijo grande pra vc também, com desejo de uma excelente semana! Fabi.

    Responder
  • 11. gabriella  |  agosto 25, 2008 às 7:13 pm

    ameii me ajudou a pensar bastante na vida e no q emos q fazer nesses momentos e me ajudou num trabalho!
    que o criador desse site seja bem privilegiado

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


O Poeta Corrosivo:

Bruno Cazonatti - Carioca, balzaquiano. Um redator feito de resto das estrelas, que insere neste espaço os seus textos e segredos de muitas lembranças caladas, rascunhos amassados e a poeira dos pés da sua curta estrada.
Faz poesia barata com seus segredos revelados em textos compostos de desejos implícitos, e apimenta suas letras mudas, com contos imaginários, salpicados da acidez que aparece entre raios de sol e a tempestade de palavras com aroma de chuva.
Tudo isso, bem misturado às mensagens rabiscadas na essência da sua vida.
----------------------------

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº. 9.610 de 19-02-1998.
Não copie sem permissão.
[Ácido Poético® - Todos os direitos reservados]

http://www.twitter.com/cazonatti

ø Textos Protegidos por Direito Autoral ø

Creative Commons License
Ácido Poético by Bruno Cazonatti is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at Ácido Poético ®.
Permissions beyond the scope of this license may be available by: cazonatti@gmail.com

Às vezes balbucio algo no Twitter:


%d blogueiros gostam disto: