Pró-texto

março 9, 2007 at 11:51 am 7 comentários

O que este pilantra veio fazer no Brasil?
Apoio para prosseguir mais uma ocupação política (via ONU no Haiti)?
Revender as armas químicas ao CV e PCC (aquelas encontradas no Iraque)?
Bushit vem atrás de acordos comerciais (combustíveis renováveis) para continuar alimentando o imperialismo americano.
Bushit
Como forma de protesto, o Ácido Poético ficará sem posts até que a visita deste carniceiro ao país termine.
Ficarei sem redigir meus raios de sol e chuva em memória dos milhares de mortos inocentes que foram assassinados nas mãos do Senhor da Guerra.

Entry filed under: Ácidos.

Porque Hoje é o Dia Delas O Esplendor da Nossa Maré

7 Comentários Add your own

  • 1. Cabrita  |  março 9, 2007 às 5:43 pm

    Apoiado

    Responder
  • 2. Louis Alien  |  março 9, 2007 às 7:10 pm

    Alfred e. Newman não merece que você deixe sus raios de sol e gotas de chuva.
    Sem pessoas como nós esse cretino teria mais força ainda. retroceder nunca, render-se jamais, como diria o van damme (ai)

    Responder
  • 3. Marcellinha  |  março 9, 2007 às 7:31 pm

    Obrigada pela visita que me fizeste, “guiada” pelo Jardim!
    Vou aderir à sua campanha de protesto: nada de posts até que ele vá embora!
    Bj

    Responder
  • 4. Marcellinha  |  março 9, 2007 às 8:02 pm

    Será um prazer!!! Vou fazer o mesmo!!!

    PS.: Me manda seu email ou alguma forma de contato por comentário? Meus comentários são moderados, prometo que não publico… rs

    Bj

    Responder
  • 5. Bruno Cazonatti  |  março 9, 2007 às 9:09 pm

    Obrigado a você, por se aconchegar por aqui hoje. Desculpe-me a falta de conforto, vou mandar servir um café e ligar o ar.
    Prometo raiar algo bem mais poético do que este meu ácido protesto de hoje. Na segunda-feira, sem falta. Hoje foi só uma forma de repúdio ao verme que finge ser o propugnador da liberdade para enriquecer o seu império, argh! Hoje as palavras estão mordaz!
    Obrigado, volte sempre.

    Responder
  • 6. Aline  |  março 11, 2007 às 2:24 am

    O pior é que por onde o cara passa fica aquele fedor de morte.

    Apoiado.

    Se bem que ele não merece a nossa antenção mas protestamos mesmo assim em prol dos inocentes.

    Bjos.

    msn: asfborges@hotmail.com

    Responder
  • 7. eu mesma, Rê  |  março 12, 2007 às 8:50 pm

    =/
    dizer o quÊ?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


O Poeta Corrosivo:

Bruno Cazonatti - Carioca, balzaquiano. Um redator feito de resto das estrelas, que insere neste espaço os seus textos e segredos de muitas lembranças caladas, rascunhos amassados e a poeira dos pés da sua curta estrada.
Faz poesia barata com seus segredos revelados em textos compostos de desejos implícitos, e apimenta suas letras mudas, com contos imaginários, salpicados da acidez que aparece entre raios de sol e a tempestade de palavras com aroma de chuva.
Tudo isso, bem misturado às mensagens rabiscadas na essência da sua vida.
----------------------------

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº. 9.610 de 19-02-1998.
Não copie sem permissão.
[Ácido Poético® - Todos os direitos reservados]

http://www.twitter.com/cazonatti

ø Textos Protegidos por Direito Autoral ø

Creative Commons License
Ácido Poético by Bruno Cazonatti is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at Ácido Poético ®.
Permissions beyond the scope of this license may be available by: cazonatti@gmail.com

Às vezes balbucio algo no Twitter:


%d blogueiros gostam disto: